Quer uma dica de um bom livro? Pega aqui

1/07/2013

Imagem destaque

Quem gosta de dicas de bons livros? Eu já me dei muito bem seguindo os conselhos de alguns entusiastas, que emocionados, me contaram suas experiências ao ler um livro.

Acho que uma pessoa correta, de boa índole, que segue um bom caminho, colhe os frutos daquilo que plantou. Sempre existiram alguns fatos importantes que fizeram daquela pessoa que admiramos um ser humano melhor e por isso acho importante que a história seja compartilhada e inspire outras vidas.

Eu não perco tempo. Adoro aprender com as boas experiências.

Mas nesse caso aqui é diferente. Ganhei esse livro do meu marido. Talvez o que tenha chamado a atenção dele foi a contracapa, o título ou mesmo a história de vida. Resumindo, ele viu esse livro e me presenteou, achando que poderia ser uma bela história para eu me identificar, já que amo saber sobre os caminhos, as descobertas humanas,  a coragem feminina em enfrentar o medo, a solidão, a fome e a sede.

O livro trata de uma mulher que sofreu uma grande perda. Me fez enxergar um outro lado, o lado da mulher guerreira, da mulher corajosa que não mede seus esforços quando o assunto é vencer a si mesma. Vencer os outros, vencer uma batalha, vencer na vida, isso o ser humano é capaz e em cada esquina tem um, mas vencer a si mesmo? Isso é para poucos.

Quer uma dica de um bom livro?
Quer uma dica de um bom livro?

Saber que a fome pode te matar, mas acreditar que alguém vai aparecer e lhe oferecer comida? Alguns chamam isso destino, eu chamo de fé. Essa mulher me deu a maior lição: ter fé quando tudo parece não ter solução. Já li e saboreio cada página da história verdadeira e heróica dessa mulher de aço, mas que tem um coração e uma emoção frágil como um cristal.
Tenho uma irmã de coração que mora em Portland, a mesma cidade que mora Cheryl, e ela está trazendo para mim um livro autografado pela autora do livro que passou a ser um sinal da presença real e verdadeira do nosso Senhor criador de todas as coisas que nunca abandona seus filhos.
Sim, foi ele quem cuidou dela no trajeto mais difícil de sua vida.
Quer uma boa dica de um bom livro? Leia LIVRE, de Cheryl Strayed, uma mulher que venceu seus limites!

Quem Escreveu?

Tati Godoy

20 anos! Limpando e organizando ambientes, atividades que me tiraram do fundo do poço, historia que conto no meu livro. Diário de uma organizadora compulsiva. Entre e sinta-se em casa. Beijinhos.

Acompanhe meus videos
Me Segue no insta :)
This error message is only visible to WordPress admins
Error: No posts found.