Autoconhecimento

4/08/2014

Imagem destaque

Autoconhecimento – As dificuldades servem para aprofundarmos nosso conhecimento sobre nós mesmos

Depois que passei a limpar e organizar as coisas das pessoas, passei a me interessar pelo comportamento humano e o que existe por trás de cada armário que organizamos.

Nas nossas formações sempre digo: – Quer conhecer uma pessoa? Conheça o armário dela.

Inacreditável, mas ele diz muito de nós. Já vi armários de todos os tipos… treino meu cérebro para nunca julgar ninguém e transformar esse sentimento em compaixão e contribuição.

A Organização e o Autoconhecimento

 

Isso levou alguns bons anos, e muitos cursos na área de desenvolvimento humano me ajudaram a entender e enxergar tudo isso. Existe algo muito mais profundo no fato de uma pessoa ser um acumulador, por exemplo. E a missão da profissão de organizador é justamente ajudar o mundo a entender essa situação e cooperar com os males daquele cliente, pois quando ele pede nosso auxílio, está disposto a enxergar a vida de maneira mais pura e simples.
Somos convidados a exercer o dom dado por Deus… eu imagino que a missão do organizador é ser luz. Porém, ser luz requer chama acesa e para se ter chama acesa precisamos de combustível. É preciso renunciar para ser luz, mas quando assumimos essa tarefa isso se torna tão agradável que parece fazer parte da nossa essência e torna-se nossa natureza.
Para ter energia e segurá-la são necessários alguns hábitos.

Como vamos dobrar camisetas se não estamos dispostos a dobrar os maus hábitos?

Algumas pessoas não entendem nosso ritmo de vida, mas com todos os compromissos ainda tenho tempo para o autoconhecimento, para contemplar a cascata de água pela manhã. Nossa vida é igual: as mesmas 24 horas que eu tenho você também tem. Isso é dom e dádiva do Criador.
Para ser luz e ser capaz de iluminar a vida dos nossos clientes não vejo outra saída a não ser acordar às 4h30 da manhã e cuidar do espírito, que a essa hora já está em plena atividade. Cuidar do corpo fazendo atividades físicas, cuidar da alimentação, evitar carne vermelha e condimentos como forma de segurar a energia vital no corpo por longas horas, restringir televisão somente para os finais de semana, andar de bicicleta com toda a família, curtir o fim do dia ao lado de quem amamos…
Sabe aquele sentimento que você tem depois de realizar tudo o que precisava no dia?

É inenarrável. Vale a pena!

Quem Escreveu?
Tati Godoy

Tati Godoy

Sou esposa, mãe e serva do Senhor, compartilho aqui, meus quase 20 anos de empresa. Limpando e organizando ambientes, atividades que me tiraram do fundo do poço, historia que conto no meu livro. Diário de uma organizadora compulsiva. Entre e sinta-se em casa. Se precisar é só me chamar. Beijinhos.