Como conviver com pessoas difíceis?

10/02/2016

Imagem destaque

Já ouviu essa frase? Quanto pior é a pessoa com quem você convive, melhor isso é para você. Aprender como conviver com pessoas difíceis é um aprendizado para a vida. Sacanagem? Que bela sacanagem então, pois ela é a mais pura realidade. Poxa, você já percebeu como anda difícil viver? Pagar as contas, aceitar os impostos e ainda pagar com alegria para deixar de lado a negatividade do mundo. Vamos então falar sobre como conviver com pessoas tão difíceis quanto o mundo que nós mesmo criamos. Ou você acha que não fomos nós que criamos todo esse conflito e que o mundo está como está por conta de ondas espirituais sobrenaturais e destruidoras? O mundo está assim, cheio de guerras, violência, falta de compaixão pelo próximo e desrespeito porque nós, seres humanos, o deixamos assim.

Há alguns anos, decidi não assistir mais notícias e isso tem me feito muito bem. Criei estratégias mentais para passar pelas dificuldades sem me ferir tanto. Uma delas foi não rolar a lista de notícias sangrentas. Pode me chamar de alienada, mas prefiro assim. Acredito que dessa forma faço do mundo a minha volta um pouco melhor e faço uma pequena diferença. Me esforço para tentar ser melhor para o outro do que tentar ser melhor que outro.
Quando nos desligamos de crenças, passamos a respeitar mais as pessoas e principalmente a nós mesmos.

Já parou para pensar que você pode ser essa pessoa difícil que o outro convive? Ou você se julga TOP? Quando damos um chega pra lá no nosso ego, nos colocamos em nosso humilde lugar e percebemos que também somos difíceis. Não somos melhores que ninguém e não existe pessoa fácil ou difícil. O que existe é uma a crença engessada ( veja aqui a lista das 11 crenças mais comuns). Quando mudamos os padrões, quando nos abrimos para o novo e para novas oportunidades, quando percebemos que podemos baixar a crista e que ter paz é muito melhor do que ter razão, aí estamos fazendo do nosso mundo um pouco melhor.
Quando passamos a olhar para nosso umbigo e para nossas limitações, percebemos que a pessoa difícil pode ser eu mesmo.
O mundo dá voltas, mas pelo menos hoje vou me dar ao luxo de dizer para mim mesmo:

Eu tentei e vou poder deitar e dormir sossegada, porque consciência tranquila, ainda não está à venda.

Quem Escreveu?

Tati Godoy

20 anos! Limpando e organizando ambientes, atividades que me tiraram do fundo do poço, historia que conto no meu livro. Diário de uma organizadora compulsiva. Entre e sinta-se em casa. Beijinhos.

Acompanhe meus videos
Me Segue no insta :)