A Linguagem da Desordem

24/04/2015

Imagem destaque

Eu sempre falo em meus cursos que nossa casa, o ambiente físico, reflete a nossa situação emocional. Se uma família mora numa casa em desordem, com certeza isso significa que existem outros problemas, sejam eles emocionais, psíquicos ou espirituais. Os espaços dizem muito sobre nós….

Fui numa palestra na Conferência Anual da NAPO com a super Christina Gomes da New Life Space, empresa que há mais de 10 anos ajuda pessoas com problema de desordem. O tema da palestra era justamente esse: a linguagem da desordem, as impressões emocionais que projetamos em nossos pertences e as correntes de energia que viajam através da matéria física.

Na palestra, Christina falou sobre conceitos de impressões emocionais, vibrações da casa, limpeza, consumo consciente, o poder das afirmações e espaços sagrados.
Quero passar um pouco do assunto para vocês.

Linguagem da Desordem

A Linguagem da Desordem – Christina Gomes

Christina afirma que o espaço físico é uma manifestação do nosso estado emocional. Alguns exemplos práticos que confirmam essa ideia é que é comum ficarmos improdutivos em ambientes de trabalho desorganizados, de mau humor cozinhando em uma cozinha bagunçada, usarmos sempre as mesmas roupas quando o closet está em desordem, etc.

Eu te pergunto: Quando a sua semana está muito estressante, cheia de problemas, como fica a sua casa? Você nota que, de alguma forma, uma coisa interfere na outra?

Consumo Inconsciente

 

Estamos estabelecendo relações erradas com os objetos e itens de consumo. O ter é mais importante que o ser, e por isso, depositamos toda nossa felicidade emocional nas coisas que adquirimos e consumimos sem existir uma real necessidade. Isso é muito influenciado pelos discursos publicitários que usam uma argumentação mais emotiva para impulsionar as vendas, vendendo produtos como estilos de vida e símbolos de atitude, de liberdade, de felicidade. Assim, a sociedade enxerga nos produtos uma forma de ganhar personalidade e construir um “novo eu” baseado naquilo que possui, e não nas ações, na opinião, no relacionamento com o outro…
Para a linguagem da desordem, o consumo inconsciente é um dos maiores inimigos da organização, porque induz ao acúmulo de objetos desnecessários que não tem um lugar dentro de casa. Lembre-se: o excesso leva a bagunça e a bagunça leva ao excesso.

Perda do senso de humanidade

 

Por outro lado, é curioso que a sociedade nunca rejeitou tanto a manifestação de emoções.
Você não tem mais o direito de chorar: todo o momento deve ser vivido com um sorriso no rosto. E se não estiver bem, não há problemas: nada que uma comprinha no shopping não resolva. Christina Gomes definiu bem: As emoções tem causado comoção.
Cada vez mais as pessoas estão se fechando em seu próprio casulo. Foque no emocional saudável para garantir uma organização física saudável.

Equilibre os seus pertences para elevar o relacionamento com a sua casa e as pessoas com quem você divide ela.

A Tríade que te define

 

Cuidado com seus pensamentos! Eles que vão definir os seus sentimentos e gerar a energia que exala de você. Sabe o que isso significa? Se você tem pensamentos ruins o dia todo, não só ficará chateada, irritada e pessimista, como acabará atraindo essa energia para as pessoas que estão a sua volta e o mundo que te rodeia. Se você atrair essa energia negativa, cada vez mais pensamentos e sentimentos ruins você atrairá. E isso inclui a sua casa!

A Linguagem da Desordem

O poder do descarte

 

Quando algum objeto se move, a energia dele se move junto.

A frase de cima é auto-explicativa, mas não custa frisar. Livre-se de tudo aquilo que não usa mais. Esses itens são energia estagnada em sua casa que impedem que o universo te traga coisas novas. Todo objeto tem com ele alguma energia, seja ela boa ou ruim. Não se apegue a bobagens por caprichos… daqui uns anos você verá quanta coisa desnecessária acumulou.

 O que cada ambiente representa:

 

Esse aspecto é muito interessante pois pode explicar porque você está com algum problema pessoal específico. Cada ambiente tem uma representação para a nossa vida. Se esse ambiente está desorganizado, isso significa que existe algo errado no aspecto que ele representa. Te convido a analisar cada ambiente abaixo e o que ele representa, a refletir sobre o que a bagunça naquele espaço significa e a estabelecer novos padrões comportamentais para mudar essa realidade:

  • Cozinha representa nutrição;
  • Quarto representa descanso;
  • Guarda-roupa representa identidade;
  • Sala representa comunidade;
  • Escritório representa auto-estima;
  • Ambiente masculino representa segurança;
  • Quarto de hóspedes representa hospitalidade;
  • Banheiro representa saúde

 

Quem Escreveu?
Tati Godoy

Tati Godoy

Sou esposa, mãe e serva do Senhor, compartilho aqui, meus quase 20 anos de empresa. Limpando e organizando ambientes, atividades que me tiraram do fundo do poço, historia que conto no meu livro. Diário de uma organizadora compulsiva. Entre e sinta-se em casa. Se precisar é só me chamar. Beijinhos.