As lideranças da sua empresa andam desanimadas?

09/26/2015

Imagem destaque

Vários aspectos podem estar levando as lideranças da sua empresa ao esgotamento emocional. Semana passada estava buscando meu filho na escola às 17h e fui diminuindo a velocidade do carro para poder entrar na garagem da escola. Eu estava super cansada fisicamente, ainda mais que meu trabalho na Facilita é braçal. Minha cabeça não estava cansada, aliás, dificilmente minha mente se cansa. Por ter diminuído a velocidade do carro, levei a maior buzinada do planeta, vi mãos batendo no volante e pela expressão do rosto da mulher ao meu lado, ela estava com muita irritação. Pessoas sensatas sabem que na porta da escola geralmente o trânsito complica um pouco, mas nada justifica tanta agressividade.

É claro que a gente não sabe como foi o dia dessa pessoa, mas enfim… o que isso tudo tem a ver com liderança? Essas reações no trânsito não são diferentes das reações que temos no trabalho quando algo não sai do jeito que queremos. A atitude da motorista teve um impacto negativo para mim. Eu fiquei triste, imaginei até que ela poderia ter alguém em estado grave no hospital para poder confortar meu coração e perdoar essa atitude. Afinal, eu não fiz nada de errado no trânsito… apenas precisei diminuir a velocidade do carro na frente da escola. Imagina se essa mulher é uma líder dentro de uma empresa e tem essa reação com seus subordinados? O pior é que isso é muito comum no dia a dia. Com certeza algum cliente não teve o resultado esperado e jogou o lixo mental nela e ela tentou jogar em mim. Assim funciona o mal humor e a irritação. Como uma batata quente, vamos jogando para as pessoas nosso lixo.

Se as lideranças de sua empresa andam esgotadas e desmotivadas, saiba que a culpa pode ser sua. Eu sei que não é fácil manter uma empresa hoje… tenho uma há mais de 10 anos e tem sido um desafio manter colaboradores focados, saúde financeira e bom relacionamento com cliente x empresa. Esgota mesmo, e se não temos muita vocação para a coisa, a gente se consome a ponto de morrer de infarto. Conhece casos assim? Pessoas que se estressaram tanto que se consumiram? Eu conheço!

Se nossas lideranças andam esgotadas, antes de culpá-los, podemos dar o primeiro passo. Não precisamos ser pontes, eu não preciso devolver a agressão da mulher do carro preto para ninguém. Eu só preciso entender que sou ponte somente do Amor, da solidariedade e da compaixão. Quando tenho essas atitudes, quando não levo adiante nenhum tipo de petulância, estou fazendo um bem para a humanidade e enterrando o lixo produzido pelo outro. Não…. Não ……isso não é nada fácil. Mais uma vez Walt Disney me fez entender isso. Então, quando alguém joga lixo em mim, lembro que um outro me ensinou a ser ponte do Amor e mesmo sendo difícil, vou pensar duas vezes para passar adiante uma buzinada, um telefonema mal educado, um comentário maldoso. O mundo precisa de pequenas atitudes e não preciso me consumir, mas entender que existem pessoas que ainda não sabem disso, que ninguém falou para elas que precisamos ser ecológicos e quando chegar uma estupidez, saber que essa batata quente não precisa ser passada para ninguém.

O universo é sábio e ele devolve tudo que oferecemos para o outro. Como somos inteligentes, queremos mais paz, mais alegria e mais amor. Então, distribuímos mais paz, mais alegria e mais Amor.

 

Faça sua parte.

Quem Escreveu?
Tati Godoy

Tati Godoy

Sou uma apaixonada pela vida, pela casa e por minha família! Desde pequena minha mãe nos colocava para fazer a faxina da semana e organizar tudo em casa, do quarto até a cozinha, acho que veio desses tempos a paixão que tenho hoje por organização.

Acompanhe meus videos
Me Segue no insta :)