3 hábitos para ter uma vida mais simples

02/12/2016

Imagem destaque

Tenha somente o necessário: Simples na teoria e difícil na prática. Me perdoe a sinceridade, mas poucos conseguem esse hábito. Porém, os que conseguem são os mais livres. Nesse mundo cheio de coisas lindas e opções para todos os gostos, tudo cada vez mais acessível, com mais modelos, mais estampas, mais modernidade… dá licença! É difícil viver com pouco, mas tente. Não custa nada. Uma coisa tenha na cabeça e pague o preço se você quiser continuar a viver no mundo dos excessos: “quanto mais chaves uma pessoa tem, mais complicada é a vida dela”.

Comece com um único passo e dê um novo a cada dia. Nem precisa se desfazer do que já tem. Se você começar a deixar de comprar mais coisas, já é um grande começo. Cante a música do Mogli, 1, 2, 3, 15 vezes ao dia se precisar. Se você quer mais coisas, sua alma só pede a simplicidade.

“Eu uso o necessário, somente o necessário, o extraordinário é demais. Eu só quero ter o que a vida me dá. É assim que eu vivo”.

Saiba mais sobre a experiência que estou passando de ficar um ano sem fazer compras.

Alongue-se: Esse hábito eu aprendi com o meu cachorro. Já percebeu como alongar é relaxante?! Engraçado, mas sempre que eu via o meu cachorro Chico espichando o corpo todo, me dava uma vontade de alongar também. Passei a acompanhar ele e percebi que logo pela manhã, antes mesmo de sair da caminha dele, ele se alongava. Como faz bem, muito bem! Nos primeiros dias a gente só faz o básico. Depois vamos evoluindo e quando você percebe, está se alongando várias vezes ao dia e com mais precisão. Alongar o corpo, assim como o exercício físico, ativa a circulação e oxigena o cérebro. Você pode fazer sempre que o corpo pedir. Faz um bem tão grande que você vai se viciar. A gente passa a perceber que o movimento é tão simples e traz tantos benefícios que passamos a valorizar os pequenos momentos e reparamos que grandes feitos estão nos pequenos detalhes, nas pequenas coisas.

Passamos a perceber que o essencial sempre é simples.

 

Faça uma coisa de cada vez: Por que estamos com mania de sobrecarregar o cérebro? Que mania petulante que a modernidade impôs na nossa mente para termos a sensação de que somos produtivos. Isso é engano! Ler muitas e muitas notícias de uma só vez, por exemplo, é insano. Fazer várias coisas ao mesmo tempo, como deixar a TV ligada no mudo, com o rádio ligado, enquanto lê um livro e deixar o computador ligado com a caixa de entradas do e-mail aberto e smartphone com o WhatsApp aguardando ao lado, é maluquice, causa estresse, ansiedade, tira a atenção para a tarefa principal e o mais importante e triste: nos deixa cada vez mais distraídos e com dificuldades de concentração. Somos sacos sem fundo quando se trata de informação supérflua e desnecessária. Já percebeu? Eu uso duas redes sociais, uma inclusive é muito intensa, mas é meu instrumento de trabalho. Estou pensando seriamente em ter uma só. Estamos cada dia mais viciados e isso não está ajudando a melhorar nossa qualidade de vida. Pelo contrário, está prejudicando! Se somos comedidos e sabemos usar dos novos recursos com moderação, tudo bem. Mas o ser humano tem uma tendência a desenvolver manias, ainda mais na atualidade, e de fazer várias coisas ao mesmo, ter várias ideias e não colocá-las em prática… Perceba quantas frustrações isso gera.

Pare para pensar e faça uma autoanálise. Você tem feito muitas coisas o tempo todo e todo tempo, e está com dificuldade de desfrutar uma de cada vez? Liberdade é a chave.

Quem Escreveu?
Tati Godoy

Tati Godoy

Sou uma apaixonada pela vida, pela casa e por minha família! Desde pequena minha mãe nos colocava para fazer a faxina da semana e organizar tudo em casa, do quarto até a cozinha, acho que veio desses tempos a paixão que tenho hoje por organização.

Acompanhe meus videos
Me Segue no insta :)